Demos uma esticada, Oswaldo e eu, até Teresópolis para apreciar um restaurante fundado em 1964 especializado em culinária russa. Chama-se Restaurante D. Irene. Se você quiser conhecer o melhor restaurante russo no brasil, vale a pena a viagem.

Mas, uma dica: não vá a noite como fui, a estrada é super sinuosa, estreita e muita, muita  neblina… Com chuva, de Itaipava até lá, foram 45 minutos de carro.

Um casal siberiano, Mikahil Flegontovitch e Eupraxia Wladimirovna que ficaram conhecidos por Miguel e Irene, fundou em Teresópolis um lugar onde se pudesse saborear o ritual da dinastia russa que era servido em 4 etapas. Eles procuram servir com era servida à dinastia, dizem que Catarina comia 8 sopas e 80 pratos principais, imaginem! Hoje é administrado pelo casal que trabalhava com o casal russo.

A vodka é feita lá mesmo, um segredo da casa, só provando para sentir que paladar ! Dá para beber e descer a serra flutuando, sentindo-se na dinastia russa.

Primeiro os Zakuskis, que é uma variedade de frios, arenque, caviar, etc. Adorei todos, não sei falar qual o melhor.


A segunda fase da refeição é uma sopa Borscht, servida com pequenos pastéis Pirozhkis. A sopa é realmente maravilhosa.

A seguir vem entradas quentes diversas, tais como, asas de frango gratinadas, blinis, panquecas, suflês, entre outros.

Segue-se a refeição que é pedida no momento da reserva, que pode ser um Frango ã Kiev, um strogonoff.


Para sobremesa o destaque para o pavê de pitanga ou supremo de nozes e chocolate.

Adorei o supremo de nozes com chocolate!

A Confraria Ellas ergue as três taças para este achado, bem pertinho de nós!
Bia é uma expert na arte da boa mesa. É requintada nas suas descobertas.
Confiram, vai valer a pena!