Fui  ao Maricá numa quarta pós aula  da Daça Mendoça, aula de artesanato.

Fomos conhecer um bar–restaurante no Santo Antônio.

Estive lá com minhas amigas, este será o local onde faremos nosso encontro de fim de ano.O lugar é super interessante, com música ao vivo nas quartas-feiras e comida muito boa.

Fica em uma charmosa casa da década de 50, restaurada pela arquiteta Lúcia Candiotto. O bar tem uma decoração leve preservando a arquitetura e os acabamentos originais da casa.

A casa, de propriedade de Gislaine Maria D’Assumpção, Jorge Luís Arrunátegui e Maria Luiza Azeredo Santos, é gerenciada pela experient

e Andréa Durso. O cardápio, elaborado com exclusividade por Renato Quintino, gastrônomo e chef de renome internacional, revela influências internacionais.

Um dos diferenciais e destaques do Maricá são os “Tapas” – de

liciosos petiscos da culinária espanhola, frios ou quentes, servidos antes, ou mesmo como substitutos das refeições. São apresentados como tostadas ou porções especiais, que variam desde a berinjela, queijo de cabra, cogumelos, presunto, bacalhau, cebiche, até finos frutos do mar.

Entre as opções do cardápio para jantar, são oferecidos arroz de frutos do mar, saint-pièrre oriental, fettuccine ao creme de haddock, que, segundo Renato Quintino, “é um peixe delicioso que já foi moda, mas anda sumido dos cardápios” e agora volta à cena como opção no Maricá. Entre as carnes, o restaurante oferece três opções de filé, carré de cordeiro com farofa de manjericão e risoto de Malbec.

Entre as sobremesas, mais uma das especialidades de Renato Quintino, destacam-se a crema catalana brullée e frutas vermelhas ao zabayone de cherry cream caramelizado.

A carta de vinhos é enxuta, mas muito bem elaborada pelo chef Renato Quintino, que também é professor e diretor da ABS – Associação Brasileira de Sommeliers. São servidas cervejas tradicionais e artesanais.

No dia-a-dia, está à frente da cozinha o chef executivo Andherson Ramos, que já participou de festivais de gastronomia em Tiradentes (MG), Paraty (RJ), Salvador (BA), Gramado (RS). É discípulo do chef Alex Atala do D.O.M, estagiou em restaurantes em Israel e na Espanha e trabalhou em diversos restaurantes, como Feliz, Ouro Minas Palace Hotel, Teatro da Vila em Tiradentes, Club Med, entre outros pelo Brasil.

O clima de descontração é incrementado por apresentações de música ao vivo: jazz, bossa nova, MPB e outros ritmos, garantindo a informalidade do local, do jeito que os mineiros gostam. Jorge Luis Brito Arrunategui dá um show, ele tem uma voz belíssima.

Endereço: Rua Marquês de Maricá, 56 – Santo Antônio

Telefone: 31 3293-8256
31 2516-8256

Capacidade: 100 pessoas

Horário de Funcionamento: 2ª a sáb. a partir das 18h30.

Formas de Pagamentos:
Mastercard
Visa

Informações Adicionais:

Antigo Restaurante Marquês Cultura, Bar e Café.

Serviços:

Música ao vivo