fullsizeoutput_37e0

fullsizeoutput_37e2Meu sobrinho Henrique foi ao Sul de Minas e conheceu uma fazenda de café e produtora deste vinho. Foi muito bem recebido, lá tem uma sala de gustação e eles tem o maior prazer em mostrar tudo.img_0947

img_0962

O dono é amigo do compositor “Bituca” Milton Nascimento, que não acreditava no investimento da vinícola.

Na tradicional região cafeeira do Sul Minas Gerais, berço de uma família apaixonada e orgulhosa em produzir os melhores grãos, nasceu o vinho Maria Maria .img_0948

fullsizeoutput_37e8
O cultivo da videira Sauvignon Blanc seguiu o princípio de excelência empregado nos cafezais!
Buscaram-se condições climáticas ideais para amadurecimento e colheita de suas uvas durante o outono e inverno do sudoeste brasileiro, época do ano mais seca e com maiores amplitudes térmicas entre os dias e as noites.img_0949fullsizeoutput_37ea

Essas características climáticas, somadas a princípios de sustentabilidade e respeito socioambientais, proporcionaram um vinho audacioso e singular.fullsizeoutput_37e3

Então, assim que conseguiu a safra batizou o vinho homenageando a música de Milton Nascimento:
“Maria Maria”fullsizeoutput_37e9

No rotulo está escrito
“Mas é preciso ter força/
É preciso ter raça/É preciso ter gana sempre”

Provei e aprovei!fullsizeoutput_37e6

fullsizeoutput_37e5

www.vinhosmariamaria.com.br