Ana Birman, este é para você!!

Quando comi pela primeira vez um petit gateau, foi uma ótima experiência, e percebi que aquela sobremesa viraria um trend. Mas, a mania foi muito maior do que havia imaginado e virou uma coqueluche mundial, por muitos e muitos anos, até cansar.

Também tivemos a onda do Cup Cake!
E temos hoje uma enorme onda de Beignets.
O que é o beignet?

Primeiro, um pouquinho de história:

A palavra Beignet (pronuncia-se benhê) vem do Celta que significa aumentar. Nos Estados Unidos são conhecidos como donuts. 

Não, não vire a cara, porque não são aqueles donuts populares, é outra coisa, e muito melhor!

Os beignets são quadrados e sem buracos no meio.

Quando se fala em Mardi Gras na França no século 16, o beignet está associado definitivamente como a comida do evento, muitas receitas apareceram neste período.

Na Espanha são chamados de Buñuelos. Os franceses levaram a iguaria para Nova Orleans no século 18 e tornou-se uma sobremesa apreciada e servida por muitas gerações, com inúmeras variedades.

Em Nova Orleans existe um café estabelecido em 1862 que se chama Cafe du Monde, onde você pode pedir somente uma coisa: Beignets acompanhados de café com leite.

O Beignet está sendo servido nos grandes restaurantes, pelos grandes chefes, da seguinte forma, você solicita a delícia com um creme de chocolate ou com creme brulée. Um espetáculo! Pedacinhos de beignets misturados ao creme brulée derretem na boca e trazem a certeza de que é uma sobremesa para se apreciar inúmeras vezes.

Lembre-se disso e da próxima vez que for a um restaurante e aparecer no cardápio, não vacile, peça. 
A experiência é inesquecível! Três taças!!