As novas cozinhas e reluzentes aparelhos de alta tecnologia fazem você babar? Nós, também.

Mas dizer que você deve dar um grande grito por causa de um holograma projetado no seu refrigerador ou por causa do fogão com teclado digital instalado em sua casa, aí é demais — será que, talvez você ainda goste dele no próximo ano? E nos próximos 10 anos? Para conseguir orientações sobre como criar a cozinha funcional do futuro — uma cozinha que se mostre tão moderna e que funcione tão bem amanhã como faz hoje — virou para os especialistas um desafio: designers de cozinha que, todos os dias, navegam em inúmeras opções, identificando os produtos e as inovações que estão realmente à prova do tempo.

Para começar, ao planejar uma cozinha do futuro, os especialistas aconselham priorizar a função sobre a forma.

Evite a compra por impulso de eletrodomésticos de alta tecnologia e armários na cor da moda mais recente e em vez disso, concentre-se sobre a funcionalidade, o desempenho do espaço, certifique-se de que ele se encaixa no seu.

“Um clássico é um clássico… por causa de um certo frescor eterno, disse Edith Wharton uma vez,  e o famoso design de cozinha Mick De Giulio usa isto como inspiraçãoo.

Para De Giulio, que já projetou cerca de 4.000 cozinhas em todo os Estados Unidos, a cozinha do futuro não é excessivamente focada em dispositivos de alta tecnologia, mas em vez disso é acolhedora, quente e também bastante confortável para se passar o tempo.

Os seus clientes de todas as idades dos 35 aos 65 dizem ‘ eu quero uma cozinha onde eu posso ficar’. Na vida, acrescenta, “provavelmente as conversas mais importantes acontecem em uma cozinha.”

Ele tem toda a razão.