De vez em quando, surgem no mundo movimentos diferentes em relação à alimentação.Unknown-1

Esta é a nova onda, quem me contou? Nosso novo participante do Conexão Sabor, o expert em festas, Paulo Rossi.

Ele esteve no México e descobriu por lá esta nova moda.

Unknown-2

O movimento mostra que o mundo desperdiça toneladas de alimentos por dia, e que com o que sobra das feiras, dos restaurantes, supermercados, as pessoas poderiam se alimentar por muito tempo.Unknown

Pablo Mata Olay , um jornalista mexicano, tentou por cinco dias cumprir esta missão, deixando a sua carteira em casa.

image

Ele tentou seguir as cinco regras do Freeganismo:

  1. Não roubar comida.
  2. Vale comer ervas especias que estão plantadas em lugares públicos.
  3. Busque ajuda nas redes sociais.
  4. No romper o ciclo de reciclagem.
  5. Não desperdiçar nada.

A necessidade básica do ser humano é respirar e alimentar-se. Em tempos antigos, bastava você esticar a mão e comer uma maçã, mas, muitos milhões de anos depois, com milhões de pessoas no planeta, a coisa se complica.

image

O movimento freegan se torna uma resposta ao sistema que rege nossas vidas, a palavra combina o Free ( livre em inglês) e  vegan( vegetariano).

O termo apareceu na década de 90 em São Francisco, California. A base do movimento é consumir qualquer alimento em boas condições descartado por outros e não tem que ser necessariamente vegetariano.Unknown-3

Como não usam dinheiro, saem do ciclo de oferta e demanda, é considerado um movimento anti consumista.

Muitos de vocês estarão pensando, quem são estes malucos?

Este movimento nasceu o primeiro mundo, onde as regras de descarte diferem dos países emergentes.

É uma posição contestatória que está crescendo no mundo.

Se você ver uma pessoa na feira olhando a xepa da próxima vez que for à feira, não se assuste.

São os Freegan que logo, logo estarão chegando por aqui.

Ah, e como se saiu o Pablo? Bem, ele foi a feira e comeu muitos legumes e frutas, entrou numa promoção de tacos para comer trinta e três para não ter que pagar e não deu conta. E disse que não é fácil, considera que cumpriu os cinco dias, mas com um certo fracasso. Quer tentar!