Dizer que o ano novo Lunar é um acontecimento único na China é um eufemismo. Entramos nele no dia 31 de janeiro.

Se você estiver num telhado alto e olhar para Beijing, parecerá que a cidade está vivendo uma guerra. As pessoas soltam tantos fogos de artifício que um dos edifícios pegou fogo no ano passado. Embora haja mais do que explosões no céu durante o ano novo Lunar.

A refeição em família por lá também provoca uma explosão de alimentos de sabores intensos e pratos da sorte nestes dias. Eles dizem que dá sorte comer as comidas certas no ano novo chinês.

Muitos dos pratos consumidos para o feriado são escolhidos por causa da sorte. No Sul, as pessoas comem alguns alimentos porque eles tem as letras do animal do ano novo chinês, e eles acreditam que isso traz sorte e dinheiro. Encontram palavras que lembrem, alegria, felicidade, dinheiro no alimentos. Ah, e comem macarrão longo porque traz longa vida.

Este ano chinês é o ano do cavalo.

O cavalo é um símbolo universal presente no inconsciente coletivo da humanidade e é conhecido por ser um grande aliado do ser humano, um trabalhador incansável, símbolo da força que quando bem direcionada pode nos levar muito longe.

No calendário chinês o cavalo é regido pelo elemento fogo  e este por sua vez invoca sentimentos impulsivos, renovação, transformação. Todos devemos aproveitar a força deste ano para colocarmos em atividades projetos que estão parados, aquelas ideias que nunca saíram da gaveta, é o momento de utilizar a força do fogo para transformar intenções em atitudes e transformar algo do plano intelectual para o plano físico, momento de agir.

Podemos traduzir esta mensagem fazendo neste dia 31 de janeiro uma alimentação baseada em palavras que lembrem prosperidade, saúde, alegria e amor.

Quais seriam? Usem a imaginação e não deixem de comer macarrão, feito à sua moda e com sua energia.

Tentem alimentos que comecem com a letra C, por exemplo.

Boa Sorte!