Essa receita é uma homenagem a Dadete, que agora está encantando a todos no céu com sua arte culinária.

Os doces portugueses são famosos e deliciosos, eles não encontram similares no mundo. Ficaram populares por suas receitas à base de gemas de ovos.

Acredita-se que sua origem se deve à necessidade de utilização das gemas nos doces do Convento de Santa Clara, em Portugal, pois as freiras utilizavam as claras para engomar os hábitos e muitas gemas sobravam.

Elas são as responsáveis pela maioria dos mais famosos doces em Portugal, incluindo o famoso Pastel de Santa Clara! E sabe-se que elas ganharam muito dinheiro com isto, tornando-se as freiras mais ricas da época.

Toucinho do Céu

Por 8 de setembro de 2012

Para a calda queimada:  fazer um caramelo claro com uma xícara de chá de açúcar. Cobrir o caramelo com água, deixar ferver até o ponto de fio. Deixar a colher de pau dentro da panela.

Forma de duomo, média, bem untada de manteiga.

Forrar o fundo da forma com a calda queimada.

Reservar.

Ingredientes

Instruções

1. Na batedeira, bater os ovos e as gemas. Reservar, deixando a espuma abaixar, velocidade menor.

2. Numa panela, colocar o leite, açúcar, a pitada de sal, o toucinho fresco, a casca do limão e a canela, deixar levantar fervura.

3. Derramar o leite fervendo sobre a gemada, tendo retirado antes a casca de limão e o pau de canela. Mistura bem, batendo com o fouet. Acrescentar as amêndoas peladas e moídas.

4. Derramar um pouco de calda na forma e depois derramar a mistura nela.

5. Levar para assar em forno quente (300 graus), em banho-maria por cerca de 40 a 50 minutos, retirar e deixar esfriar completamente.

6. Desenformar e colocar em um prato, leve à geladeira.

Notas:

O forno de ver ser pré aquecido por 10 minutos.

A água do banho-maria já deve estar fervendo, à parte no fogão. Depois de 5 minutos, tampar o pudim com outra forma e continuar o cozimento. Consistência firme e cremosa.

Imprimir
icone-imprimirimprimir receita

Adicionar aos favoritos