Junho é aquele mês especial em que a gente se prepara para saborear deliciosas comidas tradicionais no Brasil.

Todas essas gostosuras estão relacionadas à Festa Junina, celebrada em todo o país.

festa junina

As festas juninas, dizem ter origem nas festas dos santos populares em Portugal: Santo Antônio, São João e São Pedro principalmente.

A música e os instrumentos, estão na base da música popular e folclórica portuguesa e foram trazidos para o Brasil pelos imigrantes.

As roupas ‘caipiras’ são uma clara referência ao povo campestre, que povoou principalmente o nordeste do Brasil e muitas semelhanças são encontradas no modo de vestir ‘caipira’ tanto no Brasil como em Portugal.

festa junina2

Do mesmo modo, as decorações com que se enfeitam os arraiais tiveram o seu início em Portugal.

Hoje foi dia de festa junina na Pólen, escola da Ayla, da Liz, da Nina e do Théo.
festajunina3festa junina 4

É uma escola, talvez um pouco mais alternativa e diferente dos padrões tradicionais, desde o seu espaço físico até os seus métodos de ensino.

Lá, as crianças aprendem a fazer várias coisas como marcenaria, costura e bordados, aprendem música, teatro e é lógico passam também pela cozinha….na salinha tem até fogão à lenha!!!

E muitas coisas gostosas e naturais são preparadas lá mesmo.

festa junina5

A escola, a mata e a salinha!festa junina 6

Os pais participam de uma maneira muito direta e lúdica. Encontros são realizados nas casas onde, pais e filhos, se interagem fazendo as prendas da festa e passam o dia juntos.

E não pensem vocês que fica só nisto não…

Eles também são responsáveis no dia da festança, pelas barraquinhas, brincadeiras, quitutes e música, muita música!!festa junina 8 festa junina 9

Tem pai que toca sanfona,  mãe que toca triângulo, outra ainda o reco-reco, tem vó que toca viola um vô que toca pandeiro e por ai vai…e muita gente cantando e dançando.

É uma alegria só!!!!

festa junina 10 Tem muita diversão!

festa junina 11

E muita comida boa!

festa junina 12 festa junina 13 festa junina 14

pipoca

Tem paçoca e pipoca.

Tem bolo, brevidade e broinhas.

Tem pamonha, mingau de milho verde e muita canjica.

Tem cachorro-quente, mas não tem salsicha não, porque aqui a escola é vegetariana e no lugar dela vai uma cenoura e, quer saber?

É uma delícia, ainda mais com batatinha palha.

Quentão??? Tem não!!! Mas tem muito suco e aí, faz falta não!

E tem milho, muiiiito milho!!!festa junina 16festa junina 17

Uai, num é que a criançada adora o tar do mio verde????festa junina 18festa junina 19

festa junina 20

festa junina 24

festa junina 25

Mesmo com a pescaria num larga o mio não!!!!

festa junina 26

E os melhores amiguinhos Liz, Ayla e Theo…se divertiram pra valer..,

festa junina 28

festa junina 29

… e seus irmãozinhos Nina, Lara e Thor também.festa junina 30 festa junina 31 festa junina 32

E é com estas carinhas mais gostosas de muita alegria, com as mãozinhas dadas, agarradinhas com tanto carinhofesta junina 34e  com um beijinho doce que despedimos d’oces? De oces? Docês??? Ah….sei não….faz mar não…

Inté a próxima!!!

Aí com o milho fazendo o maior sucesso junto a criançada e os adultos (eu particularmente adoro!!!) resolvi transcrever esta receita da Rita Lobo na Folha de São Paulo.

Ah, e prestem atenção nas dicas. Eu achei o máximo!

Hummm….bao demais da conta!

Milho Cozido

Por 16 de junho de 2014

“ Servir espiga de milho cozido talvez não seja a melhor opção para um jantar formal. Imagine os homens devorando o milho e lutando contra a manteiga que escorre pela gravata, as mulheres fazendo bico para o batom não sair... Mas, como é gostoso! Nas festas juninas, nada formais, eles são o "must", seja cozido, assado ou seco, transformado em pipoca. Aqui vão algumas sugestões para deixar o milho ainda mais gostoso ”.

Ingredientes

Instruções

Os métodos:

  • Para fazer o milho cozido perfeito, coloque uma colherinha de açúcar na água quando já estiver fervendo e só então coloque o milho, que deve cozinhar de 20 a 30 minutos. Só salgue depois de pronto.
  • Aproveite seu próximo churrasco para experimentar milho grelhado: retire a palha, pincele com manteiga derretida, se quiser, pingue umas gotinhas de limão e deixe grelhar por cerca de 20 minutos.
  • Dentro da própria palha, o milho pode ser assado. Coloque-o diretamente na grade do forno preaquecido a 220º C e asse por cerca de 25 minutos.
  • No micro-ondas, o milho tanto pode ser assado como cozido. O primeiro deve ser colocado dentro de um saco plástico (especial para micro-ondas) com 2 colheres (sopa) de água. Sem fechar o plástico, leve-o ao micro-ondas por 10 minutos, gire o milho e asse por mais 5 minutos. O milho cozido deve ficar dentro de um recipiente com água por 15 minutos no micro-ondas.

A manteiga

  • Além da manteiga pura para passar no milho, você pode usar versões aromatizadas como a tradicional Beurre Maître d'Hôtel: para cada 100 g de manteiga em temperatura ambiente, misture duas colheres (chá) de suco de limão, 1 colher (sopa) de salsinha bem picada, 1/2 colher (chá) de sal e 1/2 colher (chá) de pimenta-do-reino. Misture tudo muito bem e leve à geladeira por cerca de 30 minutos antes de servir.
  • Outras variações para manteiga aromatizada são: com mostarda, ervas, alho ou qualquer mistura que a sua criatividade faça e seu paladar aprove.

Pipoca

  • Se você quiser dar um sabor especial à pipoca, substitua o sal por sal de alho ("garlic salt"), que você encontra nos supermercados junto dos temperos importados.
Imprimir
Adicionar aos favoritos