O México celebra essa data com muita festa, comida, e alegria. O pão de morto, desbancou todos os 900 tipos de pães; reina absoluto nessa comemoração!image
O envolvimento nāo se limita a uma regiāo ou classe social. É geral ! Essa data foi reconhecida como patrimônio da humanidade pela Unesco em 2003. Durante todo o mês, as padarias vendem esse famoso pão e o povo mexicano leva pra casa, presenteia amigos e parentes, além de colocá-lo nos altares de mortos.

Os mexicanos têm uma visão muito particular sobre a morte.image
Para eles, o pior que pode acontecer a alguém é cair no esquecimento. Por isso celebram seus antepassados com festa e muita alegria;  manter viva a memória dos mortos é o modo mais adequado de honrá-los. E já que é assim, os mexicanos ficam à vontade para brincar com a morte.image
Um ditado popular ensina:
”la muerte está tan segura de alcanzarte, que te da toda una vida de ventaja” ( a morte tem tanta certeza de que vai te pegar, que te dá uma vida inteira de vantagem).

Autêntica celebração da vida. A comemoração não acontece só dentro de casa, mas se estende para os cemitérios também.image
Antigamente, nas pequenas cidades do México, as pessoas tinham o hábito de enterrar seus familiares embaixo de suas casas, na intenção de fazer com que, independente de para onde fossem suas almas, permanecessem fazendo parte da família. Hoje, como isso não acontecesse mais, nesta datas as pessoas fazem reuniões familiares, picnics em cemitérios para comemorar perto dos entes queridos. Na noite de 1 de novembro ninguém dorme!image
Nos povoados e cidades há musica, mariaches (músicos), velas, comidas sobre as sepulturas. As tumbas ficam decoradas e os vivos levam oferendas aos mortos. A morte faz parte da vida. É a unica certeza que temos.

image
As crianças no México lidam muito bem com a resposta nua e crua, sobre a morte. Ninguém deve virar estrela por essas terras mexicanas. A festa dos mortos afeta vários aspectos da sociedade mexicana. Os jornais ficam cheios de charges e quadrinhos de esqueletos.image
As lojas abarrotadas de produtos. Peças de teatro e pessoas fantasiadas de morte são vistas por toda a cidade.image
Viva o México!image
E você como lida com a morte?image

image

Pan de muerto caseiro chef Santana

Por 2 de novembro de 2015

Ingredientes

Instruções

  1. Diluir em 1 xícara de água morna 4 colheres de sopa de fermento.
  2. Adicionar 1 xícara e ½ de farinha.
  3. Faça uma bola de massa. Deixar descansar por 15 minutos em lugar quente até que dobre de tamanho.
  4. Misturar a farinha com sal, e o açúcar.
  5. Colocar os ovos, as gemas, as raspas de laranja e a água de azahar (laranja).
  6. Amassar bem e adicione à bola pequena de massa.
  7. Amassar novamente e deixe dormir em lugar quente durante 1 hora.
  8. Amassar e fazer os pães do tamanho desejado.
  9. Em uma forma untada, enfeitar o pão com lágrimas e pétalas, feitas com a massa.
  10. Passar ovo batido e polvilhar açúcar.
  11. Em forno pré-aquecido a 160 graus, assar por 40 a 50 minutos.
Imprimir
Adicionar aos favoritos