Confira a reportagem publicada no jornal O Estado de Minas do último domingo, 01 de dezembro de 2013.

O caderno Degusta apresenta nesta edição a primeira de uma série de reportagens que tem o Natal como tema principal. Convidamos quatro mulheres da sociedade mineira cujo hobby é a gastronomia para contar sobre a paixão que têm com a cozinha. Também pedimos a elas que, gentilmente, cedessem receitas que as acompanham nesta que é a data mais importante do calendário cristão. Cada qual à sua maneira revelou seus segredos culinários e, de quebra, sugeriu aos leitores um cardápio especial para a grande ocasião. Os menus propostos, com certeza, servirão de inspiração durante os trabalhos de montar os pratos do dia e da noite para saudar, não só o nascimento de Jesus, como para receber com muito gosto os amigos, a família e quem mais chegar. A primeira convidada, que abre a série, é Sandra Elizabeth Moysés Assumpção de 56 anos, psicóloga.

Uma gastrônoma assumida, Sandra conta que seu contato com a culinária se deu na cozinha de sua mãe, que era uma cozinheira e doceira de mão cheia. Ainda pequena, ela queria fazer as tortas que a mãe fazia, até que aprendeu sua primeira receita: uma torta de limão, “aquela comum, que todo mundo conhece”, diz achando graça. O pai, discreto, só contou depois o tanto que a torta havia ficado ruim. “Eles comiam e me estimulavam, dizendo que era a melhor de todas”, relembra. Sandra afirma ter uma lembrança olfativa muito forte e que isso chega aemocioná-la.

Ao longo da vida, estudos e outros interesses a fizeram se distanciar da culinária. Mas, como tudo que se guarda com paixão, um dia volta. Depois de casada, mesmo trabalhando, sempre gostou de se aventurar entre as panelas e o fogo. Percebia que faltava a técnica, então resolveu fazer um curso com a falecida Vânia Misk, que foi uma excelente profissional na cidade . Depois participou por 15 anos da turma de Humberto Passeado, mas, paralelamente, fez cursos com Ivo Faria. “Uma vez, atrevi-me a entrar num curso-relâmpago de Alain Passard”, comenta.

Quando Humberto Passeado resolveu, há alguns anos, interromper suas aulas, a turma que frequentava as aulas resolveu fazer um blog de culinária, para dividir com as pessoas as experiências, sabores e viagens. “O Conexão Sabor (www.conexaosabor.com.br) tem dado muito certo. É uma delícia compartilhar com as pessoas nossas novas descobertas gastronômicas”, diz. Sempre que pode, Sandra cozinha para a família e amigos. Eles exigem alguns pratos que adoram e isso a faz feliz, porque a mesa é momento de união e confraternização. No Natal, para os pais e filhos, prepara sempre um almoço. “Nossa família é pequena, mas não me furto a sempre reunir em torno da mesa. E o cardápio é o que segue”.

Salada de frutos do mar

Por 3 de dezembro de 2013

Instruções

  1. Afervente os camarões em água temperada com sal, pimenta-do-reino, fondor, folhas de louro e galhos de salsa. Escorra e reserve.
  2. Esquente uma frigideira, junte azeite e passe a lula e as vieiras, separadas, rapidamente.
  3. Cozinhe o polvo em panela de pressão com água, sal , 1 folha de louro,1 cebola inteira e um rolha.
  4. Quando a água começar a ferver, coloque o polvo. Feche a panela e assim que a panela chiar conte 15 minutos.
  5. Pique o polvo em pedaços, os camarões ao meio e as vieiras, dependendo do tamanho, também são picadas. Misture tudo e reserve.
  6. Faça um vinagrete com pimentões, cebola, tomates e tempere com sal, limão e salsa e coentro.
  7. Misture aos frutos do mar e leve para gelar.
  • Montagem: sirva dentro de uma folha de alface ou com folhas verdes acompanhado de pão francês.
Imprimir
icone-imprimirimprimir receita
Adicionar aos favoritos